Postado em  24/01/2015 - 19:41

Chá milagroso?

O chá da folha de uma árvore nativa da caatinga, a jaramataia, encontrada nas margens de rios, está mexendo com o imaginário da população apodiense. DOMINGO conversou com algumas pessoas que estão tomando a bebida considerada milagrosa e que afirmaram que a folha cura qualquer tipo de enfermidade.
O uso da planta dita medicinal vem passando de geração em geração, como conta o radialista Wilson Oliveira, responsável pela coleta e distribuição das folhas. Segundo o radialista, o chá é tomado desde o tempo dos escravos.
“As escravas faziam a bebida e serviam para suas sinhás, e esse conhecimento foi passando dos mais antigos para os mais novos, até os dias de hoje”, comenta.
Wilson Oliveira, que já realiza um trabalho social através do seu programa em uma rádio local, com campanhas beneficentes, além de doações semanais de 100 litros de leite para as crianças de 1 a 10 anos e cestas básicas para pescadores e ouvintes, diz que começou a distribuir as folhas da jaramataia em novembro de 2014.  
“Cerca de 400 pessoas já estão tomando o chá de jaramataia, para tratar problemas de próstata, labirintite, depressão, nódulos nos seios e cicatrização pós-operatória”, comenta.
O radialista, que passou a ser conhecido como “Doutor Jaramataia”, afirma que o uso da planta medicinal está diminuindo os índices de câncer na cidade de Apodi, região Oeste do Rio Grande do Norte.
Além das folhas da jaramataia, Wilson também distribui cascas de aroeira, quixabeira-branca, ameixa, folhas de tomate e cumaru, elementos utilizados no combate à úlcera, inflamações, diabetes, dores na coluna, cicatrização, hemorroida e sinusite.
O aposentado Raimundo Marcolino da Costa, de 62 anos, é um dos apodienses que estão tomando o chá dito milagroso. Ele conta que começou a tomar assim que ouviu falar das propriedades curativas da bebida, e com 15 dias, já pôde perceber mudanças no seu quadro de saúde. Antes de começar a tomar o chá, Raimundo Marcolino estava sofrendo com uma infecção urinária, e já achava que era câncer de próstata. O aposentado ainda não refez os exames, para saber se é possível comprovar os efeitos positivos do uso da jaramataia.
“O chá da jaramataia é o melhor remédio do mundo. Estou bonzinho. Não senti mais nada depois que comecei a tomar. Eu indico para todo mundo. Eu ainda tomo porque não tem o gosto ruim. Depois de 15 dias tomando, a pessoa já está curada; é garantido”, afirma.
Jovelina Rodrigues de Lima Oliveira, aposentada de 72 anos, também está tomando o chá. Ela conheceu as folhas da jaramataia através de sua filha e começou a tomar a bebida porque estava sentindo tonturas, sem conseguir andar direito dentro de casa ou ficar deitada.
“Eu já estava fazendo um tratamento. Mas, melhora mesmo, eu só notei depois que comecei a tomar o chá. Tomo umas três vezes por dia desde dezembro. Vou voltar ao médico para falar que estou tomando o chá e refazer os exames”, afirma.
A filha de dona Jovelina Rodrigues, Roselina Rodrigues de Oliveira Gomes, de 35 anos, ouviu falar das propriedades curativas da folha da jaramataia através da rádio e se interessou em experimentar, na busca pela cura de nódulos nos seios.
“Em outubro de 2013, eu fiz uma cirurgia para a retirada de um nódulo no seio, e, ao refazer os exames alguns meses depois, recebi a notícia de que estava com mais dois nódulos. Sentia muita dor, mas não estava tomando nenhum remédio até começar a tomar o chá. Ainda não repeti os exames para saber se o chá fez algum efeito, mas não sinto mais nada. Indico o chá para outras pessoas e muitas já estão tomando”, ressalta.

FOLHA PARA ANÁLISE
Apesar da divulgação sobre os efeitos do uso do chá das folhas de jaramataia, suas características medicinais ainda não são comprovadas. Além disso, os usuários da bebida que afirmam ter sentido melhora nos seus quadros de saúde ainda não refizeram os exames para saber se realmente tiveram os problemas reduzidos e se isso foi mesmo provocado pela ingestão do chá.
DOMINGO perguntou ao responsável pela distribuição das folhas se já havia alguma comprovação em relação aos seus efeitos curativos, como comparativo de exames médicos de antes e depois do consumo do chá, e Wilson Oliveira diz que a comprovação são os depoimentos das pessoas.
O radialista ainda comenta que uma amostra de folhas da jaramataia foi enviada para análise na Universidade Potiguar (UnP) em Natal, e a equipe está tentando contato com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na busca de comprovação de suas propriedades curativas.  
“Essa folha já era usada pelos mais velhos para dores de urina e próstata, agora foi difundida através das redes sociais e da rádio, e estão sendo descobertos outros benefícios, como os já citados. O chá já está tão conhecido que recebi um pedido de uma pessoa de São Paulo”, conclui.


CAPTCHA Image [ Different Image ]
  • 14/07 - 14:39Jos? Alcino Bicalho - Como obter as folhas de jaramataia via SEDEX. 36.880-000 Muria? - MG