Postado em  10/07/2013 - 15:20

Márcio Mossoró inicia treinos em clube árabe e almeja título nacional?

Da Redação Mossoró

O meia Márcio Mossoró iniciou nesta terça-feira (9), os trabalhos no seu novo clube: Al-Ahli. O jogador realizou o primeiro treinamento de pré-temporada, visando à disputa do Campeonato Árabes 2012-2013. Mossoró é o principal reforço da equipe nesse intervalo de temporadas. Ele chega ao clube por indicação do técnico Vitor Pereira, outra grande contratação e que comandou o Porto nas últimas duas temporadas.

Mossoró esteve no Braga-POR por cinco temporadas e tem em seu currículo passagens por Marítimo-POR, Internacional e Paulista. Em seu último clube, tornou-se ídolo, conquistando a Taça da Liga Portuguesa e participando de final da Liga Europa e das melhores campanhas do Braga na história da Liga Portuguesa.

Já Vitor Pereira também teve passagem vitoriosa pelo Porto. Ele é a revelação do futebol português como treinador. Depois de dois anos como auxiliar, ele assumiu o comando do Porto em 2011 e conquistou dois títulos da Liga Portuguesa e duas Supercopas. O Porto insistiu na permanência do treinador, que recusou, por apostar no projeto árabe.

Recebido por centenas de torcedores, Mossoró chega com a missão de ajudar o Al-Ahli a conquistar grandes títulos no continente asiático. Além dos jogadores locais, o atleta terá a companhia de dois brasileiros: o atacante Victor Simões, ex-Botafogo e Flamengo e o meia Bruno César, ex-Corinthians e Benfica. Victor está no clube árabe há três temporadas e Bruno chegou há seis meses.

Márcio Mossoró foi recebido pelo príncipe Fahad bin Khalid, que é presidente do clube e já comunicou a missão imediata ao jogador: levar o clube ao título nacional da Árabia Saudita. A última conquista aconteceu em 1984 e, desde então, o Al-Ahli vem realizando grandes campanhas em competições internacionais, como a conquista da Liga dos Campeões da Árabia em 2003, o tri-campeonato da Copa do Golfo e o vice-campeonato da Liga dos Campeões da Ásia em 2012.

Porém, o jejum nacional vem incomodando aos dirigentes árabes, que já apostaram em técnicos brasileiros como Luiz Felipe Scolari e Geninho, para buscarem o título, mas que não repetiram o feito de Telê Santana de 1984. Agora, os destaques do futebol português representam a grande aposta do clube.

“Quando se fala em atuar na Arábia, muita gente acredita que é apenas a questão financeira que pesa, mas confesso que fui convencido pelo técnico Vitor Pereira a aceitar esse projeto, em um continente completamente diferente. Os árabes tem um grande projeto, condições para investir e querem um título nacional de imediato, para, em um curto período, fortalecer-se ainda mais e disputar um Mundial Interclubes”, comentou Márcio Mossoró.

Além da cobrança que recebeu de imediato, Mossoró se disse surpreendido com a estrutura de trabalho no novo clube. O jogador se agradou com os campos de treinamento, equipamentos de preparação, academias e demais salas da sede da sua nova equipe. Segundo ele, trata-se de um clube com padrão classe A, até mesmo se comparado ao futebol europeu.

“A primeira impressão foi excelente, não poderia ser melhor. O clube conta com todos os quesitos para se fazer um trabalho de primeiro mundo, por isso, estou motivado e acreditando nos objetivos que foram traçados pela diretoria. Vai caber a nós jogadores corresponder em campo e honrar a camisa do Al-Ahli”, salientou.

Da Assessoria de Imprensa de Márcio Mossoró.

CAPTCHA Image [ Different Image ]